Marcelino José Jorge de Távora HENRIQUES
(1719-Antes de 1787)

 

Relações da família

Cônjuges/Filhos:
1. Maria do Monte Fortunata da Fonseca Mendes ROSADO, [6p]*

Marcelino José Jorge de Távora HENRIQUES 1 2

  • Nascimento: 2 Jun 1719, Macieira de Cambra, , Aveiro, Portugal 1 2
  • Casamento (1): Maria do Monte Fortunata da Fonseca Mendes ROSADO, [6p]* a 29 Mar 1769 em São Filipe, Fogo, Cabo Verde 1
  • Óbito: Antes de 1787, Fogo, Cabo Verde com 68 anos de idade

Símbolo   Marcelino também usou o nome Nho Capiton.

imagem

Símbolo  Notas sobre o nascimento:

no sítio de Padrastros

imagem

Símbolo  Eventos de relevo na sua vida:

• Anotações gerais. Notas gentilmente fornecidas pelo genealogista Adalberto Barbosa:

Capitão-Mor, nascido a 02 de Junho de 1719, natural de Macieira de Cambra, Vale de Cambra, Aveiro, e falecido em 1787, com 68 anos de idade, filho de João Jorge Henriques e Bernarda da Cruz casou a 29 de março de 1769, em S. Filipe, ilha do Fogo, Cabo Verde, com D. Maria do Monte Fortunata da Fonseca Mendes Rosado ( & 5 Mendes Rosado ), nascida em 1749 na Ilha do Fogo, Cabo Verde, filha de José Cláudio Mendes Rosado, administrador da Companhia Grão Pará e Maranhão e de Isabel Caetana da Fonseca, ambos naturais do Algarve)

Foi militar ilustre, serviu Sua Majestade no Regimento da Corte como soldado e Cabo de Esquadra desde o ano de 1749 até 1755 e parte de 56, dois anos no Regimento de Infantaria da Fortaleza da Foz da Barra do Porto de 56 até 7 de Março de 1757) e esteve na Praça de Cacheu onde serviu no Posto de Alferes Tenente da dita praça, onde seu irmão João de Távora era governador (capitão-mor).Em 27 de setembro de 1763, o rei nomeia-o capitão-mor da ilha do Fogo, cargo de que tomou posse em 25 de março de 1764

Passou a Cabo Verde, primeiro em Santiago. Em 27 de setembro de 1763 o Rei D. José nomeia-o capitão-mor da Ilha do Fogo (Chancelaria de D. José, lv. 86, fl. 370), conforme termo de posse, que a seguir se transcreve: "Manuel Fidalgo de Almeida, sargento-mor das ilhas de Santiago de Cabo Verde, dei posse a Marcelino José Jorge Henriques do posto de capitão de infantaria do regimento de que é coronel Joaquim Afonso da Fonseca que faz guarnição a esta cidade".

"… Faço saber aos que a minha Carta Patente virem que por quanto se acha vago o posto de Capitão de Infantaria de uma das Companhias de Guarnição desta Cidade de Ribeira Grande do regimento do coronel Joaquim Afonso de Affonseca, que vagou por deixação de Manuel Pereira Viana e por ser preciso ao Rei serviço prover-lhe o dito posto com pessoa de capacidade, préstimo e valor, e por todas estas circunstâncias se acha na pessoa de Marcelino José Jorge Henriques por haver servido a Sua Magestade, que Deus guarde, no Regimento da Corte como soldado e Cabo de Esquadra desde o ano de 1749 até 1755 e parte de 56 com boa satisfação, sem nota nem baixa alguma e por servir dois anos para a Fortaleza de S. João da Foz do Douro da Barra do Porto, por ordem de Sua Magestade pelo Conselho de Guerra a sua custa e de 56 até 7 de Março de 57 para Lisboa. E fez passagem por ordem do dito senhor pelo dito conselho de guerra … o regimento de infantaria da cidade do Porto e no qual serviu até vir para Cacheu aonde serviu no Posto de Alferes Tenente da dita praça por patente minha com toda a satisfação e inteireza de onde passou a esta ilha e por esperar dele, que daqui em diante se haverá com maior cuidado, zelo e fervor no serviço de Sua Magestade, etc… e com ele não vencerá soldo algum da fazenda real, mas sim gozará de todas as honras, privilégios, liberdades, isenções e franquezas como gozam os que tais postos ocupam, pelo que mando ao sargento-mor da praça, Manuel Fidalgo de Almeida, lhe meta no dito posto, lhe deixe servir e respeitar na forma costumada, haverá juramento dos Santos Evangelhos, etc." - (carta patente 1º de junho de 1761, cx. 27 doc. 23 cv. Setembro de 1761).

Em 27 de setembro de 1763, o rei nomeia Marcelino José Jorge Henriques capitão-mor da ilha do Fogo, cargo de que tomou posse em 25 de março de 1764. Encontrou a fortaleza em mau estado e sem segurança, com falta de armas e de praças, e a igreja de S. Sebastião arruinada. (Chancelaria de D. José, lv. 86 ,fl 370), e tomou posse no dia 25 de Março de 1764.

Marcelino José de Távora Henriques construiu na Ilha do Fogo a sua casa à semelhança das que havia na sua terra, no distrito de Aveiro. Veio várias vezes ao Reino com permissão de D. José, tratar de assuntos da sua casa



JOÃO JORGE HENRIQUES, Cavaleiro Professo da Ordem de Cristo, Escrivão da Camara de Macieira de Cambra, nasceu cerca de 1670, no lugar de Padrastos, Freguesia de Nª Srª da Natividade em Macieira de Cambra da Comarca da Vila da Feira, bispado de Coimbra, onde faleceu a 14.01.1746. Em 21 de Outubro de 1697 casou com Bernarda da Cruz (Tavora), falecida a 11/2/1752, o que faz crer, que a sua residência era nesta vila.

Quando o senhorio do concelho de Macieira de Cambra passou dos Condes da Feira para a Casa do Infantado, entre os governantes municipais que em 1708 testemunharam a transferência e posse do novo senhor, contava-se o escrivão da Câmara João Jorge Henriques - as três chaves eles estavam guardadas pelo juiz ordinário mais velho, o vereador mais velho e o escrivão da Câma

Outras notas fornecidas po Adalberto Barbosa:

JOÃO JORGE HENRIQUES, foi Escrivão da Camara de Macieira de Cambra, filho legitimo de António Jorge Henriques e de Isabel Henriques, do lugar de Passos, nasceu em 1668, Freguesia de Nª Srª da Natividade em Macieira de Cambra da Comarca da Vila da Feira, bispado de Coimbra - "foi baptizado aos 4-2-1668, pelo padre João Soares, que também foi padrinho; a madrinha foi Maria filha de Mateus Luís, de Ossela".

Em 21 de Outubro de 1697 casou com Bernarda da Cruz, falecida a 11/2/1752, o que faz crer, que a sua residência era nesta vila. "Em os 21-Outubro de 1697 recebeu o padre cura Domingos Francisco, a João Jorge Henriques, com sua mulher Bernarda da Cruz. Foram testemunhas Francisco Ferreira … e seu filho João Soares, de Passos, (assinatura de) Salvador de Matos". Livro nº 1 de Macieira de Cambra, pág. 95 (Casamentos)

Faleceu a 14.01.1746, "Em os 14-Janeiro de 1746, faleceu João Jorge Henriques, do lugar de Padastros, desta freguesia e não fez testamento. Seu genro Francisco Tavares, do lugar da Moreira, freguesia de Rôge, obrigado ao bem de sua Alma,"Livro nº 8 de Macieira de Cambra, pág. 23 (Óbitos). Seu corpo foi sepultado dentro da Igreja, de que fiz este assento que assinei, dia, mês, era, ut supra …. Padre Cura António Tavares.



• Ascendentes:,. Filho de João Jorge Henriques e de Bernarda da Cruz

• Cargo: Capitão-Mor da ilha do Fogo, a 27 Set 1763. 1 3


imagem

Marcelino casou com Maria do Monte Fortunata da Fonseca Mendes ROSADO, [6p]*, filha de José Cláudio Mendes ROSADO, [7p]* e Isabel Caetana Ferreira da AFONSECA, [7p]*, a 29 Mar 1769 em São Filipe, Fogo, Cabo Verde.1 (Maria do Monte Fortunata da Fonseca Mendes ROSADO, [6p]* nasceu em 1749 em Fogo, Cabo Verde e faleceu cerca de 1842 em Fogo, Cabo Verde.)


imagem

Fontes


1 Armindo Fontes Barbosa, Genealogia das Famílias: ARAÚJO-BARBOSA-HENRIQUES-MACEDO-MEDINA-MONTEIRO-NOZOLINI-ROIZ-VASCONCELOS (Braga, Portugal: Tipografia Manuel de Oliveira, 1999), p. 106.

2 Pesquisa genealógica, Família Henriques do Fogo. clique aqui.

3 Pesquisa genealógica, Família Henriques do Fogo. clique aqui. Chancelaria de D. José, lv. 86 ,fl 370.

Esclarecimentos do administrador deste site genealógico:

1) Por falta dum contacto, muitas vezes não pude pedir às pessoas a devida autorização para divulgar seus dados e fotos neste site. Assim, peço aos que não desejem conceder tal autorização, o favor de me contactarem com instruções a respeito, pelo endereço electrónico incluso nesta página.

2) A todos os que quiserem colaborar na construção desta árvore, convido igualmente a enviar contributos, ficheiros e fotos para:

Emailjorsoubrito@hotmail.com

3) Os nomes seguidos de um asterisco (*) são os dos ascendentes directos de Jorge Sousa Brito. Assim, ao navegar em linha ascendente a partir de um nome e encontrar um com (*), saberá que esse é dum antepassado comum de JSB e do portador do nome donde partiu

4) Nomes seguidos de um ® estão retratados por uma fotografia, uma pintura, um desenho ou uma escultura de seu portador

Pode procurar outros eventuais nomes nesta árvore utilizando a "box" a seguir:




Sumário | Apelidos | Lista de nomes

Esta página Web foi criada a 19 Set 2017 com Legacy 9.0 de Millennia