Abraham Julião BRIGHAM ®
(1864-1941)

 

Relações da família

Cônjuges/Filhos:
1. Victória Maria da LUZ

Abraham Julião BRIGHAM ®

  • Nascimento: 15 Dez 1864, Santo Antão, Cabo Verde
  • Casamento (1): Victória Maria da LUZ
  • Óbito: 2 Set 1941, Ponta do Sol, Santo Antão, Cabo Verde com 76 anos de idade
  • Sepult.: 1941, Ponta do Sol, Santo Antão, Cabo Verde
imagem

Símbolo  Notas sobre o óbito:

Consta da sua certidão de óbito que "faleceu de senilidade-insuficiência cardio-renal"

Fonte: ACRG, Repartição da Fazenda do Concelho da Ribeira Grande, Autos de liquidação de contribuição de registo por óbito de Abraham Julião Brigham, morador que foi da vila da Ponta do Sol, do Concelho da Ribeira Grande, Processo nº 367, de 6 de outubro de 1941

imagem

Símbolo  Eventos de relevo na sua vida:



• Propriedade, 1890, Ponta do Sol, Santo Antão, Cabo Verde. esta antiga residência de Abrão Brigham teve nesta data o seu início.

Fonte: memória de Licenciatura em Turismo defendida por ODAIR JOSÉ LIMA LOPES

• Estado civil: solteiro, 1 Dez 1892. (cf. pedido de passaporte: figura nesta página).

• ocupação: negociante, 1 Dez 1892. (cf. pedido de passaporte: figura nesta página).



• viagem: pedido de passaporte, 1 Dez 1892, Lisboa, , Lisboa, Portugal. para se deslocar a Cabo Verde (cf. figura junta)

• Profissão: professor.

• Testamento. Perante o notário do cartório da rua Áurea, nº50, compareceu Abraham Julião Brigham, solteiro, maior, lavrador, morador na vila da Ponta do Sol, da ilha de Santo Antão (…) mas acidentalmente, nesta cidade de Lisboa, (…) E por ele foi dito: Que faz o seu testamento e disposição da sua última vontade pela maneira seguinte. '96 "Declaro que sou natural da ilha de Santo Antão de Cabo Verde, onde nasci em quinze de dezembro de mil oitocentos e sessenta e quatro, e que sou filho legítimo de Ayres Julião Brigham e sua esposa Esther J. Brigham, já falecidos de longa data. Que professando a religião israelita que era a de meus pais, na qual espero morrer, a dar-se este caso na ilha da minha naturalidade, desejo que se proceda ao meu funeral sem pompa, mas com decoro e simplicidade compatíveis com a minha idade e posição, e de harmonia com a minha crença, organizando-se o meu préstito tanto quanto possível a dentro das normas da mencionada religião e que, depois das abulições do estilo, seja o meu corpo amortalhado com o linho branco que para este efeito tenho uma peça na minha referida residência, e que em seguida se encomende para Lisboa uma loisa de cantaria branca, com a espessura mínima de trinta centímetros, sobre a qual se fará gravar, em hebraico e português, tanto o meu nome como o dos meus ascendentes, bem assim a data do meu nascimento e do meu óbito; - lápide esta que deverá ser colocada sobre a minha sepultura, assim que chegue a Santo Antão. '96 Se, porém, eu vier a falecer em outra qualquer parte, onde abundem correligionários meus, estes se encarregarão de seguir à risca todos os preceitos do nosso rito. '96 No entanto, a prevenir a conjectura do caso de vir a verificar nesta cidade, deixo uma carta endereçada ao meu particular amigo e correligionário o senhor Salm Levy, morador na rua dos Retrozeiros, número cento e sete, segundo andar, pedindo-lhe que se encarregue dessa missão, assumindo a sua direção pela forma prescrita na nossa lei, - até as suas mais ínfimas miudências, exigindo dos meus herdeiros, aqui representado pelo meu testamenteiro e filho José, a importância do seu custo" Na sequência do reconhecimento e nomeação dos seus 9 filhos "naturais" enquanto principais herdeiros dos seus bens, e avançar com as partilhas, declara o testador: "Que ao meu filho José lego todos os meus livros de estudo e recreio, à excepção dos de idioma hebraico, os quais fará chegar às mãos do meu aludido amigo Salm Levy, para serem por ele entregues, como oferta minha, à Sinagoga israelita nesta cidade, denominada "Es-haim (…) Que ao meu irmão Marcos lego toda a parte do vestuário que lhe for adaptável. Que à associação de Beneficiência israelita, denominada "Comité Israelita", de Lisboa de "Somej-noflim" e "Ozer-dalim", suas congéneres e sob auspícios da primeira, lego a quantia de mil escudos a cada uma. Que lego bem assim a quantia de quatrocentos escudos para a limpeza e conservação do cemitério que eu for sepultado e mais cem escudos para serem distribuídos em esmolas de cinco escudos pelos pobres mais necessitados da terra e vila da minha residência, no dia do meu óbito ou naquele em que for conhecida a notícia"

fonte: ACRG, Repartição da Fazenda do Concelho da Ribeira Grande, Autos de liquidação de contribuição de registo por óbito de Abraham Julião Brigham, morador que foi da vila da Ponta do Sol, do Concelho da Ribeira Grande, Processo nº 367, de 6 de outubro de 1941

• Descendência: 9 filhos:. Constança Brigham, Joana Brigham, Julieta Brigham, Alexandrina Brigham, José Andrade Brigham, Maria Vitória Brigham, Matilde Vitória Brigham, Zulmira Vitória Brigham e Margarida Vitória Brigham



• Obituário / Agradecimento de condolências, 1 Out 1941. no "Notícias de Cabo Verde" nº 204 de 01-10-1941



• Sepultura/Campa.


imagem

Abraham casou com Victória Maria da LUZ. (Victória Maria da LUZ faleceu em †.)


imagem

Esclarecimentos do administrador deste site genealógico:

1) Por falta dum contacto (ou algumas vezes por descuido), não me foi possível pedir às pessoas a devida autorização para divulgar seus dados e/ou fotos neste site. A estas pessoas apresento desde já desculpas pelos eventuais constrangimentos causados por este procedimento, que não foi por indelicadeza, mas sim e apenas com intuito académico. Assim, aos que não desejariam conceder tal autorização, peço o favor de me contactarem com instruções a respeito (endereço electrónico incluso nesta página).

2) Este site tem também o propósito de recolher dados e correcções que permitirão aperfeiçoar o trabalho de pesquisa pois certamente há de conter imprecisões. Assim, contamos consigo, e se quiser comentar ou solicitar o retiro, acrescento ou a troca de dados, documentos ou fotografias, sinta-se livre para nos contactar (e-mail a seguir). Em muitas páginas não se encontram listados todos os filhos da pessoa apresentada. Nada impede de virem a ser paulatinamente acrescentados, à medida que informações fidedignas nos forem fornecidas.

3) A todos os que quiserem colaborar na construção desta árvore, convido igualmente a enviar informações, ficheiros e fotos para:

Emailjorsoubrito@gmail.com.

4) Os nomes seguidos de um asterisco (*) são os dos ascendentes diretos de Jorge Sousa Brito. Assim, ao navegar a partir de um nome em linha ascendente e encontrar um nome com (*), saberá que este é dum antepassado comum de JSB e do portador do nome donde partiu.

5) Nomes seguidos de um ® estão retratados por uma fotografia, uma pintura, um desenho, uma caricatura ou uma escultura de seu portador

Pode procurar outros eventuais nomes nesta árvore utilizando a "box" a seguir:




Sumário | Apelidos | Lista de nomes

Esta página Web foi criada a 18 Jan 2022 com Legacy 9.0 de Millennia