João Álvares ALMADA [14m]*
(1480-)
Ciprião Álvares de ALMADA [13m]*
(1535-1614)
Mulata [13m]*
André Álvares de ALMADA [12m]*
(1555-1650)

 

Relações da família

Cônjuges/Filhos:
1. Ana de LEMOS

2. Francisca Monteiro de QUEIROZ [12m]*

André Álvares de ALMADA [12m]*

  • Nascimento: 1555, Santíssimo nome de Jesus, Ilha de Santiago, Cabo Verde
  • Casamento (1): Ana de LEMOS
  • Casamento (2): Francisca Monteiro de QUEIROZ [12m]* em Abr 1609 em Portugal
  • Óbito: Abr 1650, Santíssimo nome de Jesus, Ilha de Santiago, Cabo Verde com 95 anos de idade
imagem

Símbolo  Notas de investigação:

Embora o serviço militar não fosse remunerado, importa referir, no entanto, que havia um pagamento simbólico do mesmo, através de mercês régias que habilitavam o agraciado a receber do Estado alguma pensão vitalícia, a entrar para um ofício pago na estrutura administrativa local, a ser promovido a um cargo mais importante caso estivesse provido noutro, ou a receber outra benesse qualquer. Logo, em muitas situações o serviço militar iria servir de importante vector de promoção social dentro da sociedade insular. Efectivamente, temos muitas indicações de que a promoção social se fica a dever essencialmente aos bons serviços prestados no tocante às coisas da guerra. Os casos do sargento António de Carvalho e do alferes Apolinário Ferreira, ainda há pouco referidos, podem servir de exemplo, mas o do capitão Alvares de Almada afigura-se-nos mais elucidativo. Isto na medida em que se trata de um indivíduo mestiço, não natural do Reino, e que acaba por ser contemplado com uma das mais importantes distinções da época: ser armado Cavaleiro da Ordem de Cristo. É tanto mais importante este dado quanto se sabe que a "limpeza de sangue" era um dos requisitos que, em princípio, os candidatos deveriam preencher. André Álvares de Almada provinha de uma das principais famílias de Santiago, tinha elevada cultura e instrução como se pode depreender do seu famoso Tratado, mas apresentava um grande handicap: ser mestiço. Nas "provanças" que lhe foram feitas constatou-se que tinha ascendência negra, o que por si só era suficiente para comprometer seriamente a sua candidatura. Todavia, o monarca resolveu não levar em conta esse "defeito" (é este o termo usado no documento) de que o candidato Almada era portador, em atenção, entre outras razões, aos relevantes serviços por ele prestados em diversas ocasiões na defesa da ilha, enquanto capitão de uma companhia. 1

Símbolo  Notas sobre o nascimento:

Cidade Velha (cidade de Santiago de Cabo Verde) - Cabo Verde


Ver mapa maior

imagem

Símbolo  Eventos de relevo na sua vida:



• Nota biográfica. 2

• Nota biográfica: constante no site da Academia Cabo-verdiana de Letras. em virtude de ser patrono da 1ª das 40 cátedras desta Academia

" Nasceu em 1555, em Cidade Velha, na ilha de Santiago, e morreu em Abril de 1650 na mesma ilha, aos 95 anos de idade. Filho de uma mulher africana e de Ciprião Álvares de Almada (1535-1614), casou com Ana de Lemos no primeiro casamento e Francisca Monteiro de Queiroz no segundo casamento, em Abril de 1609, em Portugal. Comerciante e capitão, ele explorou a costa da África Ocidental, mesmo aventurando-se no interior. E embora fosse de raça mista, recebeu um dos maiores reconhecimentos de Portugal quando foi nomeado cavaleiro da Ordem de Cristo em 1598, em agradecimento pelos seus serviços na Serra Leoa."

• Feito: emissário à coroa, 1580, Santíssimo nome de Jesus, Ilha de Santiago, Cabo Verde. 3 eleito pelo povo de Santiago para ir a Portugal tratar com a coroa o modo como povoar a Serra Leoa



• ocupação, 1594.



• ocupação: Escritor, 1594. Almada, André Alvares d', fl. 1594. / Brief treatise on the rivers of Guinea; being an English translation of a variorum text of Tratado breve dos rios de Guiné (c.1594)



• Cargo: vereador da Câmara da Ribeira Grande, 1647, Santíssimo nome de Jesus, Ilha de Santiago, Cabo Verde. 3


imagem

André casou com Ana de LEMOS. (Ana de LEMOS faleceu em †.)


imagem

André a seguir casou com Francisca Monteiro de QUEIROZ [12m]*, filha de Garcia CONTREIRAS [13m]* e Catarina Monteiro de QUEIROZ [13m]*, em Abr 1609 em Portugal. (Francisca Monteiro de QUEIROZ [12m]* nasceu cerca de 1580 em Portugal.)


imagem

Fontes


1 vários autores (1995), História Geral de Cabo Verde, volume II. página 522. IICT-Lisboa; INC-CV, página 177.

2 João Nobre de Oliveira, A Imprensa Cabo-verdiana (1820-1975) (Edição da Fundação Macau - Direcção dos serviços de Educação e Juventude; Setembro de 1998, por ocasião da visita oficial a Cabo Verde do Governador de Macau, General Vasco Rocha Vieira. ISBN 972-658-017-X), p 689.

3 vários autores (1995), História Geral de Cabo Verde, volume II. página 522. IICT-Lisboa; INC-CV, página 515.

Esclarecimentos do administrador deste site genealógico:

1) Por falta de um contacto (ou algumas vezes por descuido), não me foi possível pedir às pessoas a devida autorização para divulgar seus dados e/ou fotos neste site. A estas pessoas apresento desde já desculpas pelos eventuais constrangimentos causados por este procedimento, que não foi por indelicadeza, mas sim e apenas com intuito académico. Assim, aos que não desejariam conceder tal autorização, peço o favor de me contactarem com instruções a respeito (endereço electrónico incluso nesta página).

2) Este site tem também o propósito de recolher dados e correcções que permitirão aperfeiçoar o trabalho de pesquisa pois certamente há de conter imprecisões. Assim, contamos consigo, e se quiser comentar ou solicitar o retiro, acrescento ou a troca de dados, documentos ou fotografias, sinta-se livre para me contactar (e-mail a seguir). Em muitas páginas não se encontram listados todos os filhos da pessoa apresentada. Nada impede de virem a ser paulatinamente acrescentados, à medida que informações fidedignas me forem fornecidas.

3) Em genealogia, os apelidos (sobrenomes) provenientes dos maridos das senhoras casadas, são omitidos nos nomes delas. Uma das razões: não criar dificuldades nas pesquisas em registos de nascimento.

4) Os nomes seguidos de um asterisco (*) são os dos ascendentes diretos de Jorge Sousa Brito. Assim, ao navegar a partir de um nome em linha ascendente e encontrar um nome com (*), saberá que este é dum antepassado comum de JSB e do portador do nome donde partiu.

5) Fotografias originais a branco e preto e/ou degradadas, vão sendo, após tratamentos digitais, paulatinamente substituídas por versões com maior nitidez, tornadas coloridas e restauradas.

6) Nomes seguidos de um ® estão retratados por uma fotografia, uma pintura, um desenho, uma caricatura ou uma escultura de seu portador

7) A todos os que quiserem colaborar na construção desta árvore, convido igualmente a enviar informações, ficheiros e fotos para:

Emailjorsoubrito@gmail.com

Pode procurar outros eventuais nomes nesta árvore utilizando a "box" a seguir:




Início | Sumário | Apelidos | Lista de nomes

Esta página Web foi criada a 5 Dez 2022 com Legacy 9.0 de Millennia